Eclipses na Astrologia

Eclipses são como janelas que se abrem no Universo que exercem um efeito distinto, ainda mais intenso abaixo de seu trajeto.

Por Paula Belluomini – amante dos astros

Eclipses Lunares ocorrem durante a Lua Cheia e os Eclipses Solares ocorrem durante a Lua Nova. Mas nem todos as Luas Cheias ou Novas são Eclipses. Os Eclipses ocorrem quando a Lua Nova ou Cheia estão próximas dos Nodos Lunares. Mas o que são Nodos Lunares? Também conhecidos como a Cabeça e a Cauda do Dragão, eles são o ponto de intersecção entre a trajetória da Lua e a Eclíptica, trajetória aparente do Sol a partir da Terra. Veja Diagrama.

Os Eclipses vêm em PARES, normalmente 4 ao Ano. Contudo, com uma certa freqüência, temos 5 ou 6 Eclipses ao ano. 2 vezes ao Ano, os Nodos Lunares estacionam durante 2 a 3 meses (ficam no mesmo grau do Zodíaco). É neste período que os Eclipses acontecem (ver Efemérides). Um Eclipse Lunar pode ocorrer se houver uma Lua Cheia na órbita de 11°38’ (Celestial Longitude) de um nodo, e um Eclipse Solar pode ocorrer se houver uma Lua Nova na órbita de 17°25’ de um nodo.

O Significado Astrológico dos Eclipses

Eclipses na Astrologia são tradicionalmente associados com começos e fins. Nem todos os Eclipses afetam todos os índivíduos de forma igual. Como este afetará você depende muito do grau zodiacal onde o Eclipse acontece e se este ponto toca qualquer um dos seus planetas ou ângulos de seu Mapa Natal.

Por exemplo, se o Eclipse ocorre no mesmo grau que está sua Vênus, isto indica uma alteração em suas relações, afeta os significados da casa regida por Vênus e também o significado da casa que Vênus ocupa. Se o Eclipse ocorre no mesmo grua que seu Meio Céu, mudanças virão na sua carreira.

Eventos ocorridos uma semana antes ou depois dos Eclipses são sempre significativos, com resultados muitas vezes diferentes daqueles esperados.

image
Eclipse Solar do dia 26 de Fevereiro de 2017 visível parcialmente no Sul e Sudeste do Brasil

ECLIPSE SOLAR versus ECLIPSE LUNAR

Uma regra geral a ser aplicada seria que Eclipses Solares estão mais relacionados a acontecimentos mundanos enquanto Eclipses Lunares são associados a situações emocionais e pessoais.

Dos 2 tipos de Eclipses, o Solar ou Lunar, o Solar era o mais temido pelos antigos, porque é a luz que está sendo bloqueada momentaneamente privando-nos da consciência e deixando-nos a sós com o desconhecido/subconsciente representado pela Lua.

O Eclipse Solar, que é uma Lua Nova, tem uma influência astrológica mais potente do que as outras Luas Novas que não são eclipses. Como uma Lua Nova mais intensa, seu efeito é exacerbado. Se o Eclipse Solar é total, fica ainda mais significativo.

Eclipses Solares, apesar de serem menos emocionais do que os Eclipses Lunares, parecem afetar nossa vida de forma mais concreta. Estes coincidem com o “ponto-sem-volta”, culminando em circunstâncias que exigem ações definitivas que terão efeito a longo prazo. Ações e decisões tomadas durante Eclipses Solares vão repercutir de uma forma profunda e terão consequências duradouras.

Durante os Eclipses Lunares, as sombras projetadas representam nosso subconsciente, convidando-nos a confrontar nossos medos, situações passadas não resolvidas ou traumas antigos que sobem para a superfície sem avisar.

Eclipses Lunares são associados a situações emocionais e pessoais, em geral acompanhadas de algum sofrimento que nos faz rever padrões internos que necessitam ajustes. Ótimo período para reconhecer nosso lado mais humano e mudar padrões emocionais; aceitar padrões tanto bons quanto ruins e trazer à tona facetas desconhecidas de nós mesmos.

COMO LIDAR COM ECLIPSES

Eclipses são como agentes cósmicos de mudanças, trazem circunstâncias que forçam-nos a ação. Mudanças, apesar de dolorosa no começo, representam crescimento e realização a longo prazo. O tempo de atuação de um Eclipse Solar é de 3 a 6 meses antes e até 1 ano depois. Eclipses Lunares tem um efeito de 6 semanas antes e depois do eclipse.

Quando o Eclipse ocorre em determinado grau do Zodíaco, este grau se torna vulnerável. Trânsitos que afetam o grau do Eclipse (Quadraturas, Oposições ou principalmente Conjunções) podem desencadear eventos dentro do período de influência. Quando algum Planeta estaciona em seu movimento no grau do Eclipse, também há um fatídico desencadeamento de eventos.

Abraçar mudanças, ou até mesmo provocá-las, pode ser uma boa estratégia para lidar com Eclipses que estejam te afetando diretamente. Analise a casa de seu Mapa Natal onde o Eclipse está se dando para avaliar a área de sua vida que será afetada. Ângulos (ASC, DSC, MC e IC) são pontos bastante sensíveis do Mapa. Qualquer Eclipse numa órbita de ~5º já afetará o ângulo. Se no mesmo grau, certamente afetará esta área de sua vida. Também note se o Eclipse cai em cima de algum Planeta Natal. Este será afetado, bem como a casa que este planeta é regente.

image

Casa Ciclos

A Casa Ciclos Editora publica artigos e calendários com informações essenciais para uma vida prática e organizada, de acordo com os ritmos das estações.

Faça um Comentário